fbpx

Open Space: quando e de que forma devemos recorrer a este conceito?

O que é o Open Space?

Open Space refere-se a um espaço que acolhe várias divisões, numa só área.

Os espaços em que normalmente vemos este conceito são a cozinha, a sala de estar e a sala de jantar, no entanto existem outras divisões ao qual se pode aplicar como os quartos, por exemplo. Nos T0 ou Lofts também começamos a observar esta tendência de se optar por ter todas as áreas da casa em espaço aberto.

Quando se deve optar pelo Open Space?

Este conceito tornou-se uma tendência e cada vez são menos as pessoas que pretendem manter a visão tradicional (divisões separadas), sobretudo quando nos referimos a cozinhas, salas de jantar e de estar (sejam divisões amplas ou pequenas).

No entanto, e no caso da casa ou do apartamento terem pouca área, os arquitetos de interiores aconselham sempre o Open Space, pois consideram que é uma solução em que se fica sempre a ganhar. Quanto menos divisões houver mais área útil se ganha e dá sensação do espaço ser maior do que realmente é.

Em casas ou apartamentos com grande área pode-se optar pelo Open Space?

Sim, é possível aplicar este conceito a imóveis com maiores dimensões. No entanto, há cuidados a ter em conta para não se torne desconfortável. Torna-se necessário estruturar o espaço e criar elementos divisórios que ajudem a fazer transição da cozinha para a sala de jantar e desta para a sala de estar.

Um elemento fixo mas solto no espaço (como por exemplo uma biblioteca ou uma ilha) ou um elemento móvel (mobiliário) ajudam a criar esta transição.

Quais os fatores a ter em conta caso opte pelo conceito Open Space?

1. Estilo da decoração. Caso opte pelo Open Space deve visualizar o espaço como um todo e criar uma transição adequada e gradual.

2. Criar elementos divisórios entre os espaços. Além dos elementos mencionados anteriormente, ilha e sofá, pode optar por algo mais discreto, caso haja pouco espaço disponível, como um móvel, uma estante ou um biombo.

3. Bom sistema de exaustão, no caso da cozinha e sala em open space. Ajuda a evitar o desconforto causado pelo cheiro a comida.

4. Arrumação. Para que esta solução (open space) funcione, é necessário que as divisões que coabitam tenham muita arrumação. Por exemplo, na cozinha, pode escolher armários funcionais (possuem muito mais espaço do que aquilo que aparentam).

Quais são as vantagens do Open Space?

– Otimização do espaço;

– Funcionalidade;

– Facilita o convívio e comunicação;

– Promove ligação entre o interior e exterior, no caso de ser incluído neste conceito o jardim da casa ou a varanda do apartamento.

Este artigo ajudou a dissipar as suas dúvidas sobre o Open Space? Quando deve recorrer a este conceito e como o fazer?

Tem em mente utilizar este conceito na sua casa ou ainda está com dúvidas?
Coloque-nos todas as suas questões, teremos todo o gosto em responder-lhe!

Artigo elaborado por IMA: Ivan Melo, arquiteto – gabinete de arquitetura e engenharia.

Casa in Pack, construímos e tratamos de tudo!
×